Redução do edema na gestante



Algo muito comum a gestante queixar-se é relativamente ao edema, resultado da má circulação e do mau retorno venoso que se intensifica ao longo da gravidez.


Acontece particularmente devido a alterações hormonais e ao ganho de peso (especialmente se excessivo). Pode ser algo muito subtil ou bastante acentuado em função de diversas condições.


Quando existe edema da face e mãos ou o aparecimento de um edema repentino e exagerado implica vigilância atenta e despiste de pré-eclâmpsia ou outra alteração hipertensiva durante a gravidez, que deve ser feito pelo um obstetra e acompanhado por uma nutricionista especializada em gestação (sim, existem ajustes alimentares e nutricionais específicos para o efeito).


O aparecimento do edema na gestação é uma das razões pelo qual é tão importante o acompanhamento regular, onde se avalia a tensão arterial, evolução do ganho de peso, análises sanguíneas.... Entre diversos biomarcadores solicitados, para otimizar os ajustes alimentares e nutricionais verifica-se os valores de proteína (especialmente a albumina), função hepática, função renal, níveis de magnésio, sódio e potássio...


Entre as medidas gerais a implementar para ajudar a diminuir o inchaço recomenda-se:

- colocar as pernas para cima;

- usar meias de compressão (indicadas pelo médico);

- hidratar convenientemente.


A nível alimentar deve-se ajustar os níveis de proteína às necessidades da gestante e da fase da gravidez em que se encontra, bem como estimular o consumo de alimentos ricos em potássio (ex: banana) e magnésio. (ex: sementes de abóbora) Já os alimentos ricos em sódio (ex: sal) e hidratos de carbono refinados (ex: bolos) devem ser evitados.


No que concerne à suplementação, deve ser personalizada às necessidades individuais da gestante e para a fase da gestação em que se encontra (como sempre). Nestes casos em particular, uma gestante pode necessitar de suplementação específica e outra ser suficiente apenas ajustes alimentares e de estilo de vida.


Estas complicações podem ser prevenidas e minimizadas!

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo